Quando devo levar meu pet ao veterinário? | Centro Veterinário do Anil

Quando devo levar meu pet ao veterinário?

Criar o hábito de levar o seu animal de estimação regularmente ao veterinário é fundamental para a prevenção de doenças e para o início imediato de um tratamento, caso ele seja necessário.

Muitos donos ainda têm o hábito de postergar a visita ao veterinário por achar que o mal estar é temporário e por acreditar que a ida ao veterinário pode estressar o animal. Esse hábito impede que uma doença em fase inicial seja detectada”, explica Dr. Antônio Alves de Siqueira, clínico geral e diretor médico do Centro Veterinário do Anil, em Jacarepaguá, Rio de Janeiro. “Para evitar contratempos, o dono precisa prestar atenção a qualquer alteração de comportamento”, completa.

Caso o animal apresente sintomas como vômito, diarreia, dificuldades respiratórias ou mudanças de comportamento como falta de apetite, agressividade e tristeza, o tutor do pet deve ficar atento.

“Nos casos que envolvem vômito e diarreia, é recomendável que o dono espere no máximo até 12 horas para ir ao veterinário”. Já nos casos relacionados à mudanças comportamentais, é aconselhável que o animal seja avaliado por um médico em até 24 horas após o início dos sintomas.

É comum que os animais mudem o seu comportamento porque estão sentindo dor. Por isso, caso o quadro se prolongue, é bom que um médico avalie o bichinho”, diz o veterinário. “E, independentemente do sintoma, nunca automedique o seu animal de estimação porque isso pode piorar o quadro clínico”, completa.

Além dos casos críticos, ao animais saudáveis devem fazer visitas regulares ao médico veterinário. O objetivo dessas consultas é fazer um check-up no pet e prevenir futuras doenças.

Saiba qual é a frequência ideal para levar o seu pet ao médico:

  • Filhotes: consultas mensais até os 6 meses de idade. Nesse período, o animal tomará as vacinas obrigatórias e o crescimento e desenvolvimento do pet será avaliado
  • Adultos (a partir dos 7 meses): consultas anuais. O animal receberá as vacinas de reforço e será feita uma avaliação clínica para analisar boca e ouvidos, qualidade do pelo e ganho de peso
  • Idosos (a partir dos 7 ou 8 anos): consultas semestrais. Além da avaliação clínica, alguns exames serão realizados como exame de sangue, ecocardiograma e raio-x do tórax e será avaliado a pressão arterial e a função renal do animal.
× Fale Conosco